sábado, 27 de agosto de 2016

GALERIA DOS PREFEITOS DE CRATO DE 1890 A 2016




MANDATO DE CADA UM
01. CEL JOSÉ BELÉM DE FIGUEIREDO  – 1890 a 1904
02. FRANCISCO JOSÉ DE BRITO- Cel Chico de Brito - (Intendente  nomeado pelo Cel. Franco Rabelo)- 1912 a 1914, sendo que Em 1912 o Cel Chico de Brito  substituiu e Cel Antonio Luiz.
03. THEODORICO FERNANDES  TELES - 1915 a 1919 (  3vezes)
04. JOAQUIM FERNANDES TELES – 1928 a 1930 ( ou 1928 a 1934).
05. CAPITÃO JOÃO DE PINHO
06. ANTONIO DE ALENCAR ARARIPE - DE OUTUBRO DE 1930 A  1935.
07. DR. MIGUEL LIMAVERDE
08. CEL ANTONIO LUIZ ALVES PEQUENO
02. CEL. ANTONIO LUÍS ALVES PEQUENO -  1904-1912 . ( Intendente nomeado no Governo do Accioly no Ceará em 12 de agosto de 1904); prefeito do Crato .
09. ALEXANDRE ARRAIS -  1937 A 1943
10. DR. WILSON GONÇALVES - 1943, set a 1945,
11. JOSÉ THEUNAS SOARES                       
12. ÁLVARO PEIXOTO DE ALENCAR - 1947 a 1948
13. FILEMON FERNANDES TELES - 1936, maio a 1937 – 1947 a 1953 ( eleito 2 ou  3 vezes?)
14. ANA PINHEIRO ESMERALDO- Anete Esmeraldo – prefeita interina em 1950
15. ALDEGUNDES GOMES DE MATOS, DR – Prefeito Interino na década de 1950
16. DÉRCIO  TELES CARTAXO, DR. -( janeiro de 1951 a março de 1955)-
17. OSSIAN DE ALENCAR ARARIPE– 1955 a 1959
18. JOSÉ HORÁCIO PEQUENO - 1959 a 1962,
19. PEDRO FELICIO CAVALCANTE - 1963 A1966  e 1973 A 1976     
20. HUMBERTO MACÁRIO DE BRITO, DR- 1967 a 1970.
21. JOSÉ MIGUEL SOARES - 1970 A 1972
22. ARIOVALDO CARVALHO - 1977 A 1982 ( 6 anos)
23. FRANCISCO WALTER PEIXOTO - 1983 a 1988( 6 anos) e 2001 a 2004
24. JOSÉ ALDEGUNDES GOMES DE MATOS – ZÉ ADEGA –1989 A 1992
25. ANTONIO PRIMO DE BRITO - 1993 A  1996
26. RAIMUNDO COELHO BEZERRA DE FARIAS, DR.  - 1997 A  out. de 1998
27. MOACIR SIQUEIRA Dr. Raimundo falecendo assume o Vice Moacir Siqueira -  out. de 1998 a 2000
28. SAMUEL VILAR DE ALENCAR ARARIPE -  2005 a 2008/ 2009 A 2012
29. RONALDO GOMES DE MATOS  – 2013 A 2016


SAIBA UM POUCO SOBRE CADA PREEITO
01. CEL JOSÉ BELÉM DE FIGUEIREDO  – 1890 a 1904. Em 1990, Joaryvar Macedo escreveu “Império do Bacamarte”, sobre as deposições de Intendentes (Prefeitos) no Cariri. O Coronel José Belém de Figueiredo foi deposto à bala a 29 de junho de 1904. Mudou-se para Fortaleza, onde morreu pobre e desprezado a 15 de maio de 1925.
Belém era natural de Milagres, onde começou a vida como agricultor e depois como comerciante. Mudou-se para o Crato, onde era Intendente um parente seu, Coronel José Antônio de Figueiredo. Em Crato, Belém foi nomeado Delegado de Polícia, trabalhou bem, foi condecorado com o título de Coronel da Guarda Nacional e promovido a Comandante Superior da Guarda Nacional na comarca do Crato.

02. FRANCISCO JOSÉ DE BRITO- Cel Chico de Brito - (Intendente  nomeado pelo Cel. Franco Rabelo)- 1912 a 1914, sendo que Em 1912 o Cel Chico de Brito  substituiu e Cel Antonio Luiz.
A política virou, e assumiu o Governo do Estado o Cel. Franco Rabelo. Este nomeou para Intendente do Crato o Cel. Francisco José de Brito. O antigo Intendente não quis entregar o posto. O novo Intendente foi ao Lameiro e falou com outras figuras importantes da cidade: Francisco Calaça, Diógenes Frazão, Abdon da França Alencar, César Pereira. Com esses e mais outros homens de confiança, entre eles Augusto Pereira Amorim, foram até à Prefeitura, encontrando-a fechada. Colocaram a porta abaixo. O Cel. Francisco José de Brito sentou-se na cadeira do Intendente, como uma maneira de formalizar a posse. Nisto, surge o Dr. Irineu Pinheiro (veio a se tornar o maior historiador do Crato), sobrinho do Intendente deposto. Revoltado, perguntou:
- “Mas que Lei é esta, me diga?” O novo Intendente sentenciou: - “É a Lei de Chico de Brito! Esta Lei eu mesmo fiz”
03. THEODORICO FERNANDES  TELES - 1915 a 1919.
Teodorico Teles de Quental era Filho de  Felipe Teles de Quental e de Tereza Tavares de Quental , nascido em 27.06.1855  e falecido em 04.07.1921, e era casado com  Ana Fernandes Lopes  ou Ana Balbina da Conceição filha do português do Porto  Henrique Fernandes, e em 1915 foi eleito Prefeito do Crato. Era o pai de Filemon Fernandes Teles ( prefeito do Crato em em 1936, em 1937 e de 1947 a 1951);  Joaquim Fernandes Teles ( prefeito do Crato  entre 1928 e 1934  ), Antonio Fernandes Teles.
É oportuno lembrar que, no período de 1915 a 1919, no qual o Cel. Teodorico Teles de Quental, seu pai, foi prefeito do Crato, Antônio Fernandes Teles desempenhou as funções de vereador naquele município (Teles, 1992)
Como prefeito  o Teodorico foi o responsável pela construção da Praça Siqueira Campos e a treze de maio.
04. JOAQUIM FERNANDES TELES –  (1927 a 1930)  .Era médico conceituado. Nascido  em Crato (CE) no dia 15 de abril de 1889 e falecido em 04.05.1970. Era filho do agropecuarista Teodorico Teles de Quental e de Ana Fernandes Teles. Formou-se em medicina  no ano de 1916. Foi eleito prefeito do Crato em 1928  e em 1934 eleito Deputado Estadual e para deputado Federal em 02.12.1945, tendo sido membro da Constituição Brasileira de 1946  ( Revista Itaytera 23).
Em 23/121936, foi inaugurado, no Crato, o “Hospital S. Francisco”, que foi fundado pela iniciativa do Dr. Joaquim Fernandes Teles (Ibidem).
05. CAPITÃO JOÃO DE PINHO – 1932 . João de Pinho Pereira, nascido em Crato em 29.07. 1903 e falecido também em Crato em 05.03.1967, era filho de José de Pinho Pereira e de Joana Carvalho de Pinho. Em 1932 foi convidado a vir ao Crato chefiar o Campo de Concentração dos flagelados da seca, e esse  seu trabalho  lhe credenciou a ocupar o mais alto cargo do Município, o de Prefeito, nomeado pelo interventor Roberto Carneiro de Mendonça. Ocupou ainda as funções de Delegado de Polícia de Crato e Delegado Regional do Cariri. O Capitão João de Pinho era Dono da Fazenda Canabrava no município de Farias Brito.  
06. ANTONIO DE ALENCAR ARARIPE - de outubro de 1930 A  1935, nascido em Pereiro (CE) no dia 15 de novembro de 1897, filho de Otaviano Cícero de Alencar Araripe e de Rita Cavalcanti Araripe.
Com a vitória da revolução de outubro de 1930 tornou-se prefeito de Crato (CE), função que exerceria até 1935. Foi prefeito do Crato por duas vezes . Advogado, jornalista, deputado da Assembléia Nacional Constituinte de 1945. Sua presença na Câmara Federal prolongou-se por 12 anos.

07. DR. MIGUEL LIMAVERDE> Foi o terceiro Presidente do Rotary Club de Crato. Miguel Lima Verde nasceu no distrito de Santa Fé Município do Crato em 30 de Dezembro de 1882, e quando de um a viagem de regresso à Princesa do Cariri, faleceu em Corinto, Minas Gerais, onde está sepultado, em 30 de Ju­nho de 1944. Foram seus pais Hilário de Moura e Isabel Amâncio de Lima Verde estudou a primeiras letras em Crato.
Do Crato foi para Salvador, onde fez curso brilhante de medicina, diplomando-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 29 de Dezembro de 19l3. Seu diploma foi registrado no Conselho de Medicina do Ceará, sob o número 790 em 10 de Junho de 1916.O historiador, Dr. Joaquim. Pinheiro Monteiro ao seu respeito escreveu: “Miguel Lima Verde, sempre foi o colega estimado e conhecido por quantos, nos últimos 10 a 15 anos, clinicaram nas diversas cidades do Cariri”. Ele soube desfrutar de largo conceito clinico, se impunha, ainda, pela sua magnífica prodigalidade.

08. CEL ANTONIO LUIZ ALVES PEQUENO 1904-1912  (Intendente nomeado no Governo do Accioly no Ceará em 12 de agosto de 1904); (se tornou influente no cenário político da cidade; conseguindo ser o Presidente da Câmara Municipal, em 1853, meses antes de Crato elevar-se à categoria de cidade.) (Os episódios da política cratense do final século XIX e início do século XX, sobretudo a disputa entre os Coronéis José Belém e Antônio Luis Alves Pequeno III.) (- Nas eleições de 1904 foram eleitas duas câmaras municipais. Uma comandada pelo Coronel Belém e outra liderada pelo Coronel Antonio Luis Alves Pequeno. Ambos pediram intervenção do governador que anulou os dois pleitos) (- O Coronel Antônio Luis ficou no poder de 1904 a 1912 e de 1914 a 1928, quando perdeu as eleições para o Dr. Joaquim Fernandes Teles, que administrou até 1930)   1914-1928. Foi nomeado em 06/1919 prefeito do Crato .
09. ALEXANDRE ARRAIS -  1937 A 1943. ALEXANDRE ARRAIS do final de 1937 a 1943, quando faleceu, ainda no cargo.
Nascido em Araripe em 13 de Fevereiro de 1895, filho de Miguel Arraes e Dona Maria Silvinha de Alencar Arraes. Cursou o primário em sua cidade natal e apenas 1 ano de seminário em Fortaleza. Casou-se com a Sra. Noemi de Alencar e teve oito filhos : Aline, Maria Edneida (jornalista e professora), Dr. Miguel Edson (advogado do Banco do Brasil do Rio de Janeiro), Eldenora, Emanuel (Procurador da República), Teresinha, Maria Silvinha, José Arraes Sobrinho.
Em 1937, aos 42 anos de idade, assumia como Prefeito do Crato, Alexandre Arraes de Alencar,  até o ano de 1943, quando de sua morte. Nascido em l895 em Araripe-CE, mas cratense de coração e de amor incondicional  pelo Crato. Alexandre Arraes, ainda hoje é considerado o maior prefeito que esta cidade já teve.
Ele foi um amante da natureza, um amante desta cidade, um amante pelo bem estar do seu povo. Alexandre Arraes, foi o mais arrojado empreendedor e realizador de obras no município. Investiu nos projetos do homem mais polivalente dessa cidade, Júlio Saraiva, também  criador do projeto” ELEVADOR “do Alto do Seminário.Alexandre Arraes era  tio do Governador Miguel Arraes, foi Prefeito do Crato do final de 1937 a 1943, quando faleceu, ainda no cargo. Impulsionou muito o progresso da cidade. Blog do Crato.
Como prefeito do Crato  Alexandre Arraes, que instalou a Usina de Energia Elétrica no ano de 1939. Faleceu no dia 15 de Agosto de 1943, ainda como Prefeito Municipal, ficando imortalizado na memória do povo cratense.

10. DR. WILSON GONÇALVES - 1943, set a 1945.
Wilson Gonçalves  foi Prefeito Crato‎‎ Crato no  Período de 1943-1945. Foi Deputado estadual  Ceará no Período 1947-1959, e  Vice-governador  Ceará no  Período de                1959-1963. Foi também  Senador  Ceará no Período de 1963-1978. Nasceu em  6 de outubro de 1914 em Cajazeiras, PB, e faleceu em 12 de novembro de 2000  aos 86 anos em Fortaleza, CE.
Era casado com  Amália Cavalcanti Gonçalves. Pertenceu ao  Partido     PSD, ARENA
Profissão: advogado, professor, jurista, jornalista
Filho de Zacarias Gonçalves da Silva e Adília Gonçalves Cavalcante. Bacharel em Direito em 1937 pela Universidade Federal do Ceará exerceu a advocacia no Ceará, Paraíba e Pernambuco até fixar residência em Crato onde foi secretário-geral da prefeitura e depois prefeito (1943-1945) graças ao interventor Menezes Pimentel. Ingressou no PSD sendo eleito deputado estadual em 1947, 1951 (pleito extemporâneo) e 1954 e vice-governador do estado em 1958 na chapa de Parsifal Barroso. Eleito senador em 1962 migrou para a ARENA após a deposição de João Goulart sendo reeleito em 1970. Em 22 de novembro de 1978 foi nomeado para o Tribunal Federal de Recursos pelo presidente Ernesto Geisel, fato que o levou a renunciar ao mandato. Em sua vaga foi efetivado Uchôa Lima.( Fonte: https://pt.wikipedia.org ).

11. JOSÉ THEUNAS SOARES. Esteve como prefeito do Crato em período que ainda não se tem o certo, mas que foi entre o governo do Dr Wilson Gonçalves  de 1943 a 1945 e o de Filemon Fernandes Teles de 1948 a 1951. Seu Theunas foi um dos administradores do Banco Industrial  do Cariri – BIC e ainda nos idos de 1972 a 1978 era uma figura constante neste estabelecimento bancário. Era o pai do  José Miguel Soares  que também foi prefeito do Crato no período de  1970 A 1972.                                                                      
12. ÁLVARO PEIXOTO DE ALENCAR.  1947 a 1948 - Sabe-se que o Sr. Álvaro Peixoto de Alencar que consta da Galeria dos Ex prefeitos do Crato que está fixada em uma das paredes da antessala do gabinete do prefeito. E sabe-se que ele  assumiu a Prefeitura Municipal de Crato na década de 1940 entre  os governos de Dr. Wilson Gonçalves de 1943ª 1945 e o de Filemon Fernandes Teles de 1948 a 1951.  Ele era  o pai de Murilo , Maurilio, Mauricio de Oliveira Peixoto , e hoje é nome de Rua na cidade do Crato exatamente no Bairro São Miguel.
13. FILEMON FERNANDES TELES - 26.05.1936 a 27.12.1937  - 1948 a 1951. Nasceu a 20.08.1884 ( ou 85 – Itaytera nº 22) em Crato/CE. Filho do Coronel Teodorico Teles de Quental e Ana Balbina da Encarnação Teles. Faleceu em 14.10.1977, também em Crato.
Casou-se com sua prima  Otília a primeira vez e na segunda com Ilná Barbosa tendo uma filha Anécia c.c. Amarílio Cartaxo
Agropecuarista. Fez o curso primário em sua cidade natal. Depois veio para Fortaleza onde estudou no Seminário da Prainha, deixando aquele instituição de ensino religioso por não sentir vocação para o sacerdócio, apesar do desejo de seus pais ver o filho como padre.
Foi o maior proprietário rural do Cariri, com fazendas nesta  região e no Estado de Pernambuco. Seu pai ( Theodorico Teles) e seu irmão( DrJoaquim Fernandes Teles- médico) foram também prefeitos do Crato
Prefeito do Crato no período de 26.05.1936 a 27.12.1937  (sucedendo a Antônio Pinheiro Gonçalves).
Elegeu-se Prefeito do Crato a 7.12.1947, obtendo consagradora votação popular. Tomou posse a 6.01.1948, governando a Princesa do Cariri até 31.01.1951, quando foi sucedido pelo seu sobrinho, o médico Décio Teles Cartaxo.
 Além disso, também foi deputado estadual, de Os bancos criados pela Ação Social Católica no Ceará 165 1951 a 1955 e de 1959 a 1963 (tendo sido, nesse mandato, presidente da Assembleia Legislativa do Ceará), e fundador e presidente da “Cooperativa Agrícola do Cariri” (Ibidem).
FONTES : REVISTA ITAYTERA 23.
14. ANA PINHEIRO ESMERALDO- Anete Esmeraldo – prefeita interina em 1950. Segundo Huberto Cabral  a professora  Ana Pinheiro Esmeraldo( Anete Esmeraldo),foi  a primeira prefeita interina do  Município do Crato, fato ocorrido  no ano de 1950. professora Ana Pinheiro Esmeraldo, primeira prefeita interina do ... Alem dos 158 aos da cidade do Crato, foram comemorados também ... Segundo Huberto Cabral em 1950.
15. ALDEGUNDES GOMES DE MATOS, DR – Prefeito Interino na década de 1950.  Foi eleito vereador em Crato por três vezes (1948 A 1950  - 1950 A 1953 – 1954 A 1955), tendo assumido a prefeitura interinamente durante a gestão do prefeito Filemon Teles. Era filho de João Gomes de Matos e de Laura Pedroso  Linhares, e era casado com Neuza Muniz, pais dentre outros de Ronaldo Gomes de matos prefeito de Crato de 1913 a 1916.
16. DÉRCIO  TELES CARTAXO, DR. -( janeiro de 1951 a março de 1955)- Filho de André Brasiliense de Couto Cartaxo e de Maria Fernandes Teles Cartaxo. Nasceu a 11.04.1911, em Mauriti-CE. Um dos melhores prefeitos que já existiu no Ceará. Era sobrinho de Filemon Décio Teles Cartaxo, médico oftalmo-logista, ex-deputado, ex-presidente da Assembléia, ex-governador interino e ex-chefe da Casa Civil.
17. OSSIAN DE ALENCAR ARARIPE– 1955 a 1959.  (Doutor Ossian), como comumente era chamado nasceu em 29 de setembro de 1923 em Crato, filho de Cícero de Alencar Araripe e Gualterina Lacerda Alencar Araripe. Começou seus estudos no Crato, tendo a seguir vindo morar em Fortaleza, onde concluiu ginasial e científico (atualmente 1º e 2º graus) no Liceu do Ceará e formou-se em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito do Ceará. Em 1951, casou-se com Maria do Céu Vilar de Alencar Araripe, com quem teve seis filhos. São eles: Ossian Filho (médico), Samuel (advogado, atual prefeito do Crato), Ana Gualterina (economista), Lana (administradora de empresa), Péricles (advogado) e Ítalo (engenheiro eletricista). Ossian de Alencar Araripe, de tradicional família política do Crato, tem em seu currículo muitas conquistas. Foi Prefeito do Crato (1955-1959), deputado federal (1963 a 1987), perfazendo um total de seis mandatos consecutivos, além de presidente estadual da Aliança Renovadora Nacional-ARENA, em 1966. Amigo pessoal de Virgílio Távora (que aniversariava também no dia 29 de setembro), dona Luiza Távora e dona Maria do Céu quase sempre faziam festas conjuntas, em Brasília, para que recebessem cumprimentos dos amigos e bebericassem juntos. Enquanto Ossian gostava de uma cervejinha, VT não abria mão do seu bom uísque.
18. JOSÉ HORÁCIO PEQUENO - 1959 a 1962. José Horácio Pequeno foi assim o último prefeito udenista de Crato. Eleito em 1958 cumpriu seu mandato até início de 1963. Nascido em 29 de julho de 1895 ele era filho de Horácio Jácome Pequeno e de Maria de Alencar Pequeno, esta irmã do famoso coronel Nelson Alencar, do Lameiro. Horácio Jacome teria passado a vida no anonimato, não fosse o fato de ter sido assassinado – na trágica noite de 7 de novembro de 1903 – por sicários da guarda particular do então chefe político de Crato, José Belém de Figueiredo, fato ocorrido durante uma serenata. Esse assassinato foi o pivô da revolta popular – liderada pelo Coronel Antonio Luiz Alves Pequeno – que apeou do poder o Coronel José Belém de Figueiredo.
19. PEDRO FELICIO CAVALCANTE - 1963 A1966  e 1973 A 1976.
Professor, economista e poeta, Pedro Felício Cavalcanti nasceu em Ipú-ce a 05 de Julho de 1905 e faleceu em Crato a 27 de Agosto de 1991.
Em 1974, durante a campanha municipal, da qual seu Pedro era candidato e se elegeu prefeito do Crato pela segunda.   
20. HUMBERTO MACÁRIO DE BRITO, DR- 1967 a 1970. filho do agropecuarista Pedro Macário de Brito e de Tereza de Norões Brito. Nasceu em Campos Sales-CE, em 13 de julho de 1929.
Formou-se em 1958, pela Faculdade de Medicina da Bahia, obtendo o primeiro lugar, sendo agraciado pela Instituição baiana, com uma medalha, em ouro, de Honra ao Mérito.

Após formado, retorna ao Crato onde iniciou suas atividades médicas, como clínico e cirurgião do Hospital São Francisco de Assis, de forma plena e incansável, voltando-se, principalmente, ao atendimento das camadas mais carentes da população do município e adjacências. Por este trabalho aos mais necessitados, logo ganhou a fama de Médico Humanitário.

Foi professor da Faculdade de Filosofia do Crato, lecionado a cadeira de Biologia Educacional ,  tendo contribuindo para a formação de centenas de jovens cratenses, participando e ministrando, inclusive, vários seminários e eventos educativos na área.

Ainda como médico, em 1974, fundou o Hospital Regional Manuel de Abreu, dedicado à tisiologia.
Levado para a Política por um grupo de amigos e incentivadores, entre eles, Filemom Fernandes Teles, José Horácio Pequeno, Ossian Araripe, entre outros, elegeu-se Prefeito Municipal do Crato, aos 36 anos de idade, exercendo seu mandato entre os anos de 1967 a 1970. Nas eleições de 1976, ao lado do Capitão Ariovaldo Carvalho, foi eleito vice-prefeito. Em 1978, foi convidado pelo Governador Virgílio Távora para ocupar a pasta de Secretário da Saúde do Estado do Ceará. Em 1983, assumiu a Superintendência do Desenvolvimento do Ceará –SUDEC. Em 1986, foi eleito Deputado Estadual, pelo PMDB, sendo o 6º mais votado no Ceará. No Parlamento Cearense, deixou sua marca através da elaboração de projetos e de importantes intervenções, de pronunciamentos inteligentes e consistentes do alto da Tribuna. Sem dúvida, um trabalho que trouxe inúmeros benefícios para a Região Caririense. Enquanto atuou na política, Dr. Humberto manteve seu nome absolutamente limpo. Além do mais, jamais se omitiu diante de temas complexos e sempre defendeu suas idéias, na busca intransigente da garantia dos interesses legítimos do Povo Cearense, sobretudo, dos Cratenses. 
Casou-se com Noemi Arraes e Silva Macário de Brito, com quem teve três filhos: Ana Carolina, Humberto Filho e George Macário. Avô de Luana Siebra Macário, Jéssica Siebra Macário e de Pedro Ernani S. Macário de Brito (Filhos de George).
Em 1998, retornou de finitivamente ao Crato, voltando à sua atividade de médico humanitário, até deixar seu consultório em 2006, com o sentimento pleno do DEVER CUMPRIDO.
Autor: George Macário
21. JOSÉ MIGUEL SOARES - 1970 A 1972. Filho do José Theunas Soares que  também foi prefeito do Crato no final da década de 1940.
22. ARIOVALDO CARVALHO - 1977 A 1982 ( 6 anos)
23. FRANCISCO WALTER PEIXOTO - 1983 a 1988( 6 anos) e 2001 a 2004. Nascido em Barbalha – CE em  17/07/1928. Solteiro. Grau de Instrução: Ensino Médio Incompleto Ocupação principal declarada: Agriculto
24. JOSÉ ALDEGUNDES GOMES DE MATOS – ZÉ ADEGA –1989 A 1992. Filho de Dr. Antenor Gomes de Matos e de Maria Muniz. É formado em medicina, atuando nesta profissão por muitos anos e é dona da Rádio princesa FM
 25. ANTONIO PRIMO DE BRITO - 1993 A  1996. Filho de Abílio Primo Correia e de Maria Augusta de Brito, moradores no sítio Juá e depois na cidade do Crato.
Habituado ao trabalho se tornou um dos grandes empresários da Região do Cari no ramo de combustíveis onde permaneceu por muitos anos, e depois, voltando ao seu torrão natal( sítio Juá) fundou  o maior britador desta nossa região, hoje, administrado pelo seu filho Antonio Augusto.
Conhecido pela sua honestidade e competência com os seus negócios enveredou pela política tenho sido eleito no ano de 1992  conseguindo realizar uma boa administração frente o ao Poder Público Municipal do Crato de 1993 A  1996.
26. RAIMUNDO COELHO BEZERRA DE FARIAS, DR.  - 1997 A  out. de 1998. Nascido em 26.10.1936 FL DE Joaquim Bezerra de Farias e de Josefa Coelho Bezerra de Farias.  Casou-se em 1964 com Maria Selene Aguiar Bezerra com quem teve  os seguintes filhos: Paula Isabela, Kátia Daniela, Raimundo Filho, Lorna Manuela.  Foi Deputado Federal de 1987 a 1991.
27. MOACIR SIQUEIRA Dr. Raimundo falecendo assume o Vice Moacir Siqueira -  out. de 1998 a 2000
28. SAMUEL VILAR DE ALENCAR ARARIPE -  2005 a 2008/ 2009 A 2012.  Em 03 de Outubro de 2004, Samuel foi eleito Prefeito do Crato, coincidindo com os 50 anos da eleição de seu pai (em 1954). janeiro de 2005, coincidindo com os 50 anos da posse de seu pai como Prefeito do Crato. Em outubro de 2008, Samuel foi o primeiro prefeito reeleito do Crato. Destaque-se ainda, que Samuel Araripe 
29. RONALDO GOMES DE MATOS  – 2013 A 2016. Nascido em  08 de fevereiro de 1966. Filho de Neuma Muniz Sampaio Gomes de Mattos e Aldegundes Gomes de Mattos, ex-presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Crato. Casado com Gilvânia e pai de dois filhos: Iane e Hugo. É um grande empresário no setor de Cerâmica. Foi eleito para prefeito do Crato nas eleições de 2012.




3 comentários:

  1. Falta a conclusão do texto sobre Samuel Araripe, certo?

    ResponderExcluir
  2. Teve algum prefeito ou vereador de Crato com apelido de "Rock" filho desta cidade e morador aqui do Rio de Janeiro do ramo de fabrica de panelas?

    ResponderExcluir
  3. DELIO O ROQUE FOI DEPUTADO ESTADUAL POR VARIAS VEZES, AQUI NO CEARÁ

    ResponderExcluir